quinta-feira, julho 18, 2019

Teste do protótipo de sistema de recuperação de foguetes

Segue um vídeo com um teste de um protótipo de um detector de apogeu que reporta em solo alguns dados do lançamento e aciona a mecânica responsável pela liberação do paraquedas. O circuito tem basicamente um Arduíno Nano e um sensor de pressão BPM180. Segue o vídeo do teste. Esse vídeo foi produzido em 22 de outubro de 2017.
 

quarta-feira, maio 04, 2016

sábado, fevereiro 08, 2014

Computador de voo - CV4

Recentemente fiz a aquisição de um altímetro, para a aferir a altura dos lançamentos. Depois de uma pesquisa na internet optei por um modelo comercializado pela HobbyKing. Três foram as razões que me levaram a decidir por este modelo, o preço (U$28,99 em 03/12/2013), o peso (2,6 g), e a possibilidade de obter um gráfico do lançamento, e não só a altura máxima. Acompanha o altímetro uma conector USB, e um software para a confecção e análise do gráfico. Este modelo necessita de alimentação externa (3,7~8,4V), o que não é problema pois o computador de voo é alimentado por uma bateria com capacidade suficiente para alimentar também o altímetro.

http://www.hobbyking.com/hobbyking/store/__22630__Hobbyking_Altimeter.html
Bom, para colocar o altímetro para funcionar, eu precisaria ter no computador de voo um fonte de alimentação extra no CV3, como não há, tive que optar por fazer uma adaptação, a famosa "gambiarra", ou reprojetar  a placa de circuito para atender a nova necessidade. Fiz a opção por reprojetar a placa.

Antes de por a mão na massa, eu recebi por e-mail um material muito interessante do Sr. Frederico Meijide (espanhol) que também é um entusiasta dos foguetes de água. O material descreve de forma muito completa a construção de um detector de apogeu para foguetes movidos à combustível sólido. O Material explica  toda a Física/Eletrônica aplicada, e fornecesse toda informação necessária para a construção.

O que mais chamou a atenção foi a simplicidade do sistema de detecção do apogeu, que é baseado numa diferença de voltagem gerada por 2 led's UV, ao receberem luz ultra violeta do Sol. No momento que li vislumbrei a possibilidade de usar no meu computador de voo, com ganhos consideráveis, a começar pelo custo final do computador de voo, pois eu poderia voltar a usar um PIC 16F628A, ao invés do 18F2550, que custa 4 vezes mais, e é muito mais difícil de achar para comprar, outra característica que me chamou atenção foi possibilidade de ter um circuito bem mais simples, com menos componentes, facilitando a confecção artesanal.

Pois bem, neste post vou detalhar a nova versão do computador de voo e realizar testes em solo.

O CV4 é alimentado por uma bateria de lithium de 7,4V, com a capacidade de fornecer 300mAh, apesar da bateria fornecer 7,4V o circuito recebe uma alimentação de 5,0V. O cérebro do circuito é um microcontrolador da família PIC, modelo 16F628A, que trabalha a uma frequência de 1MHz. O CV4 controla o movimento de um único servo motor, alternado 2 posições com uma diferença de aproximadamente 90°, e pode atrasar a liberação do paraquedas em até 60% do tempo de subida, podendo ser programado os seguintes valores: 0%, 20%, 40% e 60%. Segue um gráfico para exemplificar o funcionamento.


Está funcionalidade é a novidade desta versão, ainda não tenho certeza que irá funcionar perfeitamente. A ideia surgiu desde de quando fiz um lançamento e o foguete já em queda com o paraquedas aberto afastou-se muito do local do lançamento em virtude de uma corrente de ar. Prevendo que possa não funcionar como o esperado, reservei a possibilidade de não utilizar o atraso, e liberar o paraquedas assim que o sistema detectar o apogeu.

Após a confecção da placa e a soldagem dos componentes a CV4 ficou assim:







O foguete que irá colocar em teste o CV4 em testes também fará sua "estreia". Segue algumas imagens do foguete.




O foguete é composto de 3 conjuntos com a capacidade de 3,75 litros cada, totalizando 11,25 litros, o comprimento é pouco mais de 2,00 metros, com o compartimento de paraquedas instalado na cabeça do foguete, caso faça a opção pela implantação do computador de voo juntamente com o compartimento do paraquedas ao longo do corpo do foguete, entre um conjunto de garrafas e outro, o tamanho deve ser reduzido em aproximadamente 25 cm. Essa opção é bem interessante uma vez que o foguete é consideravelmente longo, e uma cabeça com certo peso pode desestabilizar o início do voo.

sexta-feira, junho 28, 2013

CV003 (continuação..)

Quando fiz o post sobre o computador de voo CV003, em novembro/2012, comentei que futuramente iria retirar o relé de mercúrio, que inicialmente foi colocado para dar uma segurança a mais para o sistema. Pois bem, nesses últimos meses, nos meus tempos livres, redesenhei o circuito e pela primeira vez fiz a opção de deixar a confecção da placa de circuito para "profissionais", o resultado me surpreendeu. Segue imagem.

48,98 milímetros

33,31 milímetros
Com os componentes:


Ainda nesse mês de julho/2013 vou testa-lo realmente.

sexta-feira, abril 12, 2013

10.000 visitas, muito legal..


10.008 visitas. Não imaginei que chegaria a esse número, muito legal mesmo, agradeço a todos que colaboraram para esse marca. Em breve estarei retomando os "trabalhos".

Obrigado.